Sinais de Câncer em Animais


Nunca se viu tanta gente morrer de câncer como ultimamente. Vida agitada, sedentarismo, estresse, poluição, fumo, bebida, hereditariedade, muitas são as causas apontadas para o aumento de casos da doença em seres humanos. Na verdade, é difícil identificar uma única causa e qualquer diagnóstico não passa de especulação. Geralmente a doença pega a vítima de surpresa, sem dar sinais de câncer, a não ser quando a doença já está em estágio avançado.

Os animais também ficam doentes, precisam tomar vacinas anualmente para se proteger contra muitas delas, mas mesmo assim, não escapam da mais terrível das doenças, que atinge a todos, indistintamente, animais humanos, ou não humanos.

Billy, ainda sem sinais de câncer

Recentemente perdi um cachorro, o Billy, vira-lata de grande porte, vítima de câncer. O exame de ultra-som confirmou o diagnóstico do veterinário. Billy começou perdendo peso e, em poucos meses, não resistiu à doença. Vendo a sua foto, cheio de energia, é difícil de acreditar que isso tenha acontecido. Mas é assim também com as pessoas.

Os cães, talvez pela convivência com o homem, parecem ser mais afetados pela doença e muitas vezes não percebemos que algo está errado. Embora não haja muito o que fazer para reverter o quadro, podemos minorar seu sofrimento com medicamentos e analgésicos poderosos.

É importante ficar atento a alguns sinais de câncer em animais

O cachorro fica quieto, cara triste, indicando que está sentindo dores. Tem dificuldade ao andar e correr.

Dificuldade ao urinar. Examine a urina e fezes. Pode haver manchas de sangue.

Dificuldade para respirar, respiração ofegante mesmo quando em repouso.

Perda de apetite e consequente perda de peso.

Feridas que custam a cicatrizar ou nem cicatrizam.

Mau cheiro na boca e orelhas.

Caroços pelo corpo.

Sempre que notar qualquer anormalidade no comportamento do seu animal de estimação, não necessariamente cachorro, leve-o ao veterinário e peça para que seja feito um exame clínico completo. Se necessário, o veterinário vai pedir exames de sangue e ultrassom. Somente assim o animal poderá ser tratado de acordo com a doença.

E, muito importante, vacine seu bichinho anualmente. Não deixe passar a data. Os perigos estão em toda parte e de muitas formas. Qualquer vacilo pode ser fatal. Se possível, leve seu animal à clínica veterinária de sua confiança e peça vacinas importadas. Uma vacina de boa procedência, guardada em geladeira na temperatura adequada, garantirá a imunização.  Não vale a pena economizar quando o assunto é saúde.

 
676 views

3 comments on “Sinais de Câncer em Animais

  1. Paulo Afonso Teixeira, nunca dei esses remédios. Em época que existe uma incidência de mosquitos maior passo citronela de java neles. Tenho plantado no meu terreno também em vários pontos. Já tive vários cachorros e nunca morreram disso mas os veterinários insistem e parece que só vem esse problema. O exame ela fez na hora e me mostrou para ver a filária inexistente. Por duas vezes os veterinários diferentes aqui em Búzios me fizeram gastar dinheiro com exames, cheguei a fazer o ELISA, me dá uma raiva…

    Responda

  2. O remédio para filária deve ser dado mensalmente. Ou o cachorro está contaminado, ou não. Um exame de sangue pode comprovar. Esta semana um vizinho perdeu um cachorro. Apesar de toda assistência veterinária, mesmo tendo feito uma bateria de exames e tomado antibiótico pois dois meses, ninguém conseguiu fazer um diagnóstico. É complicado!

    Responda

  3. Muito bom. Acho que estou com a Samantha com cancer, tem alguns desses sintomas que vc colocou mas levei-a a veterinaria e tudo o que os veterinarios sabem dizer eh para comprar remedios para filaria.

    Responda

Deixe uma resposta

Name and email are required. Your email address will not be published.