SÃO BERNARDO, o Cão Salva-Vidas


 São Bernardo, originário dos Alpes Suíços, é indicado para viver em locais de clima frio por não se adaptar ao calor. Segundo os especialistas, não é dos cães mais inteligentes, mas é imbatível na sua função: salvar vidas.

Criados no ponto mais elevado dos Alpes Suíços pelos Monges que viviam em  um monastério chamado Hospice du Grand St. Bernard, sua função era proteger a propriedade e resgatar viajantes perdidos que por ali passavam. Geralmente atuavam em grupo de quatro nas missões de salvamento e resgate (nenhum deles usava o barrilzinho amarrado ao pescoço).
São Bernardo
Se a vítima estivesse incapacitada de movimentar-se, um deles ia buscar socorro enquanto os outros três ficavam no local. Um deles lambia sua face para reanimá-lo, os outros dois deitavam ao seu lado para aquecê-lo.

O São Bernardo pode chegar a pesar 90 kg e vive pouco, entre oito e dez anos.  É tolerante com as crianças, mas não é muito chegado a brincadeiras. Para não ficar obeso, precisa de exercícios constantes, embora moderados.

“O Clube Suíço do São Bernardo foi fundado em Bâle em 15 de março de 1884. Por ocasião de um congresso internacional de cinologia, em 2 de junho de 1887, a raça foi oficialmente reconhecida como de origem suíça e o Padrão Suíço declarado como sendo, o único autorizado. A partir desta data, o São Bernardo, foi considerado como cão nacional suíço.” (Saiba mais sobre o São Bernardo e conheça o padrão da raça, de acordo com a Confederação Brasileira de Cinofilia.)

Beethoven, o São Bernardo famoso nas telas

O São Bernardo tornou-se mais conhecido após protagonizar o filme Beethoven. Na vida real, Barry foi um São Bernardo que se destacou por ter salvado mais de quarenta pessoas ao longo de sua vida.

 
995 views

One comment on “SÃO BERNARDO, o Cão Salva-Vidas

Deixe uma resposta

Name and email are required. Your email address will not be published.