Por que pagamos tudo tão caro?


Todos sabem que o salário do brasileiro é um dos mais baixos do mundo. O desemprego atinge níveis nunca vistos. Os impostos já ultrapassaram o ponto mais alto da Curva de Laffer, explicando a redução no consumo das famílias e consequente arrecadação de impostos. Mesmo assim, contra todas as evidências, os preços dos nossos produtos são muito caros. Os fabricantes se aproveitam da falta de concorrência efetiva, além da nossa ignorância sobre o que acontece no resto do mundo e lucram cada vez mais.

Minha filha esteve nos Estados Unidos e, sabendo que sou grande consumidor das latinhas de ração úmida da Pedigree, tirou uma foto do que encontrou na gôndola do supermercado.

por que pagamos caro

Por que custa tão caro no Brasil?

Além da enorme diferença no preço, há também a diferença no peso. A latinha com 280 gramas no Brasil custa cerca de R$ 6,00. Em New York uma lata com 375 gramas custa míseros US$ 0.84 (menos de 3 reais). Se a renda do americano fosse igual à renda do brasileiro, já seria uma diferença gritante (tanto no preço quanto no peso). Mas sabemos que não é bem assim. O que seriam 3 reais para nós, fazendo o câmbio entre dólar e real, não passam de alguns centavos de real se converter para o salário do americano. Reparei outro detalhe: o produto brasileiro mostrado nesta foto tem sabor de carne. O americano tem carne bovina (beef). Apenas um detalhe? Sei não!

(Quem quiser se indignar um pouco mais, minha filha está postando vídeos no seu canal no YouTube (Mimos Femininos) mostrando alguns produtos que comprou em New York.)

Peço desculpas se contrariei alguém, mas sou da época do Brasil, Ame-o ou Deixe-o, propaganda governista nos anos 70. O brasileiro, mesmo sob um regime militar, ainda acreditava que o Brasil teria jeito, que dias melhores estariam por vir. Fui um dos que acreditaram no futuro do Brasil. Passei a vida trabalhando e esperando por melhores dias. Desperdicei os melhores anos da minha vida e muitas oportunidades de ter uma vida melhor em outro país, sendo respeitado como ser humano, mesmo vivendo em uma Pátria que não era a minha. Preferir apostar e ficar. Perdi.

O futuro? Infelizmente as perspectivas são sombrias. Nem é bom falar. Na melhor das hipóteses uma guerra civil ou intervenção militar. Na pior, nos tornaremos tão pobres quanto Venezuela ou Cuba.

O que já foi piada um dia, hoje é realidade. A melhor saída é o aeroporto. Se fosse mais jovem já estaria lá.

Desculpe se saí do tema do site, mas o preço da latinha de Pedigree foi o gatilho para minha revolta. Imagine se falo do padrão de vida do americano, oportunidades para quem quiser trabalhar, saúde, segurança, educação…

por que pagamos caro

(Fotos: Fernanda Teixeira – novembro/2017)

 
48 views

Deixe uma resposta

Name and email are required. Your email address will not be published.