Mistérios do Reino Animal


Muita gente faz diferença entre o homem, que pertence ao reino animal, e as outras espécies deste mesmo reino. Para estas pessoas os animais agem unicamente por instinto e tem comportamento reativo ao meio e situações do momento. Pensando assim, podemos afirmar que o homem também age por instinto e suas reações dependem do ambiente que o cerca.

Quem convive com animais e observa a natureza com a mente aberta vai concluir que há muito mais semelhanças do que diferenças entre os seres humanos e outras espécies do reino animal. Para começar, animais demonstram sentimentos como amor e gratidão. Já o ódio, por serem superiores a nós, não costumam manifestar tal fraqueza, mas podem ser capazes disso, se necessário. Um animal que você retire das ruas e dê abrigo, amor e alimento será eternamente grato, viva você em um palácio ou debaixo de uma marquise que o protege da chuva.

Mel, legítima representante do reino animal

Sempre que chego do mercado ou da caminhada matinal, mesmo tendo passado pouco tempo ausente, sou recebido pela Mel, minha cachorrinha, com muitos beijos e abraços carinhosos. Já disseram que isso acontece por causa do suor, que é salgado, e atrai o interesse do animal. Apesar da afirmação ter partido de um veterinário americano, ele demonstra não entender nada de animais e desconhecer o amor verdadeiro, sem interesses.

O ciúme é um sentimento real no reino animal. Não se trata de necessidade de assumir liderança. É a vontade de receber todo o carinho de alguém para si (ciúme e egoismo caminham juntos).

Muita coisa poderia ser dita sobre a inteligência e comportamento dos animais. Hoje fui acordado pelos gritos desesperados de um pequeno pássaro, comum na região, cujo filhote havia sido capturado pela minha gatinha. Corri ao quintal e retirei o passarinho, sem ferimentos, da boca da Xandoca. A mãe do passarinho observava a cena do alto do fio telefônico e ficou feliz quando o soltei nos fundos de casa. A gatinha, muito magoada comigo, passou algum tempo me ignorando, no alto do muro. Somente agora retornou, entrou em casa e foi dormir.

Outros mistérios do reino animal

Você está tentando pegar no sono e um mosquito insiste em sobrevoar seu ouvido, em rasantes barulhentos. Você levanta, acende a luz, e não encontra nada. Ele está escondido, esperando apagar novamente a luz. Ele, apesar de pequeno, avaliou a situação e tomou a decisão de se esconder até o perigo passar.

Uma lagartixa apareceu perto da janela do quarto. Se você continuar olhando firmemente em sua direção ela se manterá imóvel. Agora, desvie o olhar por uma fração de segundo. Onde foi parar a lagartixa?  Se escondeu e você não viu para onde ela foi. Sabedoria aplicada ao dia a dia. Tomou uma decisão após avaliar a situação e riscos envolvidos.

Os animais nos surpreendem todos os dias e mostram que está certo o ditado que diz:  “só não falam para não trabalhar”. Mas eles também falam (e trabalham). Nas madrugadas fico ouvindo cães latindo ao longe. Meus cachorros, que dormem no meu quarto, não se abalam. Até que, do nada, um latido diferente, seja na entonação, timbre ou volume, desperta o interesse e eles se agitam, latindo também.

Formigas, o reino animal organizado

Para encerrar, pois o objetivo deste artigo é apenas trocar ideias sobre o reino animal, coloquei um pouco de ração em cima da máquina de lavar. O local é de difícil acesso, mas quase imediatamente, sem que saiba de onde veio, aparece uma formiga reconhecendo o terreno. Em seguida outra, e mais outra. Aproximam-se do alimento mas não o tocam. Preferem se afastar.

Minutos mais tarde chegam muitas formigas em fila indiana e começa o trabalho de remoção.

Os olheiros cumpriram seu papel e chamaram as outras formigas, que trabalham organizadas em castas e levam todo o alimento para o formigueiro. No meio delas há formigas gigantes, que não trabalham, apenas observam o ambiente. Para saber mais sobre formigas leia o artigo na Wikipédia.

O que fazem as formigas gigantes?

Maravilhas do reino animal

Algumas dessas formigas são enormes e são responsáveis pela segurança das operárias. Chego a pensar em trabalho escravo. Será possível?

Formigas e abelhas têm muito a nos ensinar. Dividem tarefas, são organizadas e respeitam a liderança. Trabalham pelo grupo, cada uma delas cumprindo seu papel, numa hierarquia perfeita.

Conte-nos a sua experiência. Seu bichinho já o surpreendeu e o fez pensar: “PARECE GENTE“?

 
538 views

Deixe uma resposta

Name and email are required. Your email address will not be published.