Joaninha Ajuda a Eliminar o Piolho das Plantas


Além das abelhas e do bicho-da-seda, um inseto se mostra extremamente útil ao nosso planeta: as joaninhas. Os jardineiros as adoram. A joaninha ajuda a eliminar o piolho das plantas, conhecido como pulgão pelo seu formato parecido com o de uma pulga. Os pulgões atacam os jardins, florestas e áreas agrícolas. São insetos pequenos que se alimentam de seiva dos vegetais e a joaninha, um tipo de besouro, é um dos seus principais predadores.

A joaninha ajuda a eliminar o piolho das plantas

Os pulgões se alimentam da seiva das plantas.  Nesta tarefa ininterrupta acabam atraindo outros insetos. As formigas sugam as gotinhas liberadas pelos pulgões. As joaninhas também são atraídas, mas para devorar o pulgão, seu prato predileto. As joaninhas chegam a comer mais de 50 pulgões por dia. Sua larva, bastante voraz, devora mais de 200 pulgões diariamente.

Joaninha ajuda a eliminar o piolho das plantas, também chamado de pulgão

Pulgões, formigas e joaninhas possuem seis patas articuladas, o que os caracteriza como insetos. As joaninhas possuem duas asas membranosas, dobráveis, protegidas pela carapaça colorida, característica dos besouros. Mas, ao contrário da joaninha, há besouros que destroem as plantações. Felizmente cada predador acaba encontrando na natureza um inimigo natural, geralmente outro inseto, que ajuda a manter o equilíbrio ecológico. Quando o homem interfere, principalmente usando defensivos agrícolas à base de venenos, pode acabar com alguns inimigos naturais, com efeitos devastadores no futuro.

As joaninhas são predadores no mundo dos insetos e alimentam-se de afídeos, moscas da fruta, pulgões, piolhos da folha e outros tipos de insetos, a maioria deles nocivos para as plantas. Uma vez que a maioria das suas presas causa estragos às colheitas e plantações, as joaninhas são consideradas benéficas pelos agricultores. Apesar da grande utilidade, estes insetos sofrem ameaça dos agrotóxicos utilizados pelos agricultores em suas plantações. (Wikipédia)

Existem mais de 600 mil espécies de insetos catalogados para “apenas” 15 mil espécies de mamíferos, 25 mil aves e 4 mil répteis. São muitas as espécies de insetos e atualmente poucos são aqueles considerados úteis ao ser humano. No futuro, com o avanço científico, o homem saberá utilizar todos os benefícios de tantos insetos desconhecidos.

 
846 views

Deixe uma resposta

Name and email are required. Your email address will not be published.