Gatos, Gravidez e Toxoplasmose


Qual a relação entre gatos, gravidez e toxoplasmose? Muita gente acha que estas palavrinhas estão intimamente ligadas e que mulheres grávidas não devem ter contato algum com gatos para não contrair toxoplasmose.

O que há de verdade nisso tudo?

Toxoplasmose é uma doença que muitos têm e poucos sabem. Organismos sadios convivem bem com a infecção causada pelo parasita Toxoplasma gondii. Em geral, o parasita fica alojado nos músculos dos animais. O gato é a única espécie que, quando contaminado, os elimina através das fezes. Como se vê, ingerir carne crua de outros animais também dissemina a doença, não somente pelas das fezes de gatos. Assim mesmo, somente um número reduzido de gatos transmite a doença e isso acontece somente na fase de eliminação dos oocistos, ou seja, dois dias após a eliminação das fezes. Se a limpeza do ambiente é feita diariamente, o ciclo não se completa. Além disso, ninguém vai sair por aí comendo fezes de gatos.

Gatos, gravidez e toxoplasmose

Quem têm animais em casa deve estar sempre com as mãos bem lavadas, com sabonete bactericida, principalmente após fazer a higiene da caixa de areia. Limpar o chão com um produto desinfetante com ampla atuação (bactericida, fungicida e viricida), como os utilizados em canis, deve ser um hábito diário.

Podemos entender que fazer uso de alimentos, como carne crua ou mal passada, aumenta bastante o risco de contrair a doença. Ingerir saladas sem que as verduras sejam bem limpas e tratadas com cloro, também pode contaminar o organismo de quem as utilizar. Gatos criados soltos frequentam hortas e jardins, onde podem fazer suas necessidades.

Gatos, gravidez e toxoplasmose não motivo para medos infundados. Basta conhecer os riscos envolvidos e se prevenir.

Gosta de Carpaccio? Hora de mudar de hábitos.

A ativista Luisa Mell, conhecida defensora dos animais, entrevistou uma médica ginecologista, Dra. Mariana Amora Cocuzza e a Veterinária Gabriela Toledo, presidente da ONG PEA e que teve um filho há pouco tempo rodeada de gatos. As opiniões publicadas em seu artigo estão de acordo com o que foi escrito acima.

O outro lado da moeda

Há, no entanto, opiniões contrárias, afirmando que os riscos são maiores do que querem fazer crer.  O Dr. Dráusio Varella entrevistou o Dr. João Silva de Mendonça, médico infectologista, que preside a Sociedade Brasileira de Infectologia e, no Hospital do Servidor Público do Estado de São Paulo, dirige o Serviço de Moléstias Infecciosas. Em um dos trechos da entrevista o Dr. João foi claro ao alertar:

Existem duas maneiras bem conhecidas de aquisição do Toxoplasma gondii. Uma delas ocorre em ambientes onde existam gatos, os grandes disseminadores do parasita na comunidade ambiental. Gatos infectados eliminam os ovos desse protozoário pelas fezes, poluem o ambiente e contaminam quem por ali circula. Não é necessário entrar em contato direto com eles, basta dividir os mesmos espaços. Imaginemos, por exemplo, alguém que detesta gatos e vai visitar um amigo que tem um animal desses em casa, mas que o tranca em outro aposento para que nem chegue perto do visitante. No entanto, ele se senta numa poltrona onde o gato esteve deitado e sem querer leva a mão à boca. Pronto, está fechado o circuito microscópico: a partir da poluição ambiental provocada pelo gato, o parasita infectou o ser humano.

E o Dr. Dráuzio continua perguntando:

Mesmo os gatos bem cuidadinhos que vivem em apartamentos?”

Dr. João Silva de Mendonça Mesmo eles, porque podem adquirir o Toxoplasma gondii através da alimentação. Mamíferos infectados possuem microcistos, isto é, formas residuais do parasita, invisíveis a olho nu, mas presentes em seus músculos. Dependendo do mamífero, sua carne pode ser usada como alimento, tanto de gatos quanto de homens, e estará fechado o circuito. No estômago e nos intestinos, o protozoário é liberado e dissemina a infecção pelo ambiente. Essa é a segunda maneira pela qual se pode adquirir o parasita.

Então, caro leitor, cabe a você decidir quem está com a razão.

 
809 views

4 comments on “Gatos, Gravidez e Toxoplasmose

  1. Obrigado, prima. Está gostando do site? Essa gatinha persa teve dois filhotinhos. Ela passa todos os dias aqui em casa para comer. É muito mansa.

    Responda

Deixe uma resposta

Name and email are required. Your email address will not be published.