Gatos: Abanar o Rabo não é sinal de Alegria


Quem tem gato já se acostumou e entende bem o que eles dizem. Tenho cachorros e quase sempre dou vexame quando tento que me comunicar com os felinos: faço tudo errado. Custei a aprender que abanar o rabo não significa que o gato esteja alegre, fazendo festas. Muito pelo contrário. Pegar na barriga? Nem pensar. Aos poucos vou aprendendo.

gatos1

Na loja onde compro rações há uma gatinha muito linda, a Michele. Sempre me arranhava. Agora, que aprendi a conversar com ela e entender o que ela diz, somos amigos de longa data. Sempre observo como está o rabo. Só chego perto se estiver na posição 2 (estou feliz em te ver). Mesmo assim, não faço festinha na barriga. Aos poucos vou aprendendo.

Preciso conversar mais com quem tem gatos. Em 2009 uma gatinha teve filhotes na minha garagem. Arrumei um ninho confortável para ela, ao lado da casa do Bob, o cachorro da casa, um vira-latas de grande porte. Eles se davam muito bem e Bob assumiu os gatinhos como se fossem seus filhos. A gatinha só deixava o Bob (e eu) chegar perto dos filhotes. Quando ela saía para fazer suas necessidades,  Bob assumia a guarda e não permitia qualquer aproximação. Eu respeitava, embora soubesse que ele não faria nada comigo. Mas, para que estressá-lo?

Um dia consegui que todos fossem enviados ao Rio para serem castrados. Depois, sem conseguir adoção, me foram devolvidos e acabaram desaparecendo. Gatos são independentes e não respeitam os limites do quintal. Viver em uma região onde o povo, de um modo geral, odeia gatos, é rezar para que nenhum mal aconteça.

Minha filha tem dois gatos, Juju e Leléu, que está doentinho mas vai se recuperar. Além do gráfico que mostra como os gatos se comportam, mandou uma fotinha dele:

leleu na cadeirinha

 
2.822 views

7 comments on “Gatos: Abanar o Rabo não é sinal de Alegria

  1. Gostei muito do comentário sobre a posição do rabo do gato. Sempre amei cães e estou tendo a segunda experiência com gatos, mas já tinha observado alguns detalhes no comportamento deles que é bem diferente dos cães. Só gostaria de confirmar uma coisa. Percebi que minha amiguinha gatinha às vezes parece “arregalar os olhos” (de forma quase imperceptível) sempre a noite quando suas pupilas estão dilatadas e algo lhe chama a atenção. Isso acontece com os gatos normalmente ou é impressão minha? Antecipo agradecimentos por informações.

    Responda

  2. Gostei muito do comentário sobre a posição do rabo do gato. Sempre amei cães e estou tendo a segunda experiência com gatos, mas já tinha observado alguns detalhes no comportamento deles que é bem diferente dos cães. Só gostaria de confirmar uma coisa. Percebi que minha amiguinha gatinha às vezes parece “arregalar os olhos” (de forma quase imperceptível) sempre a noite quando suas pupilas estão dilatadas e algo lhe chama a atenção. Isso acontece com os gatos normalmente ou é impressão minha? Antecipo agradecimentos por informações.

    Responda

  3. Oi Sr. Paulo, obrigada pela informação. Cheguei a arregalar os olhos quando li porque há uma semana estive na casa do meu sobrinho, e achei que o gatinho deles estava gostando de receber carinho, já que estava abanando o rabo. Não fazia a menor ideia de que isso significa o contrário. Realmente gato é muito mais complicado que cachorro.

    Responda

    Paulo Teixeira Reply:

    @Alba, Pois é. Meus cachorros adoram um carinho na barriga. A gata detesta. Vá entender. Aos poucos a gente entende.

    Responda

  4. Paulo,
    Adorei este artigo, realmente os gatos usam seus rabinhos desta maneira.
    A minha gatinha adotada -a bela Jasmim usa tbm os dentinhos para brincar, adora as pernas kkkkk

    Responda

  5. Paulo

    Adorei o artigo sobre o rabo dos gatos.
    Eu tenho dois: Lulu e Jade.
    Já cheguei a ter cinco.
    Conheço toda essa linguagem do rabo… risos, o gatês.
    O Lulu é muito dengoso e a Jade muito séria.
    Dizem que os gatos assumem a identidade da pessoa que mais gosta na casa.
    Quanto a pegar na barriguinha, precisa ser uma pessoa muito íntima.
    Caso contrário, dê o fora… risos.

    Continuo visitando este delicioso cantinho.

    Abraços,

    Lu

    Responda

    Paulo Afonso Reply:

    @LuDiasBH, diariamente recebo a visita de uma gatinha persa na hora do café e jantar. Não me arrisco a ultrapassar os limites. Obrigado pela visita. Estou preparando um artigo sobre os perigos de dar ração mofada aos animais. É baseado em uma experiência real. Há dois meses o cachorro do vizinho está doente e ninguém descobria a causa. Até que eu percebi mofo na ração.

    Abraços,

    Responda

Deixe uma resposta

Name and email are required. Your email address will not be published.