Gato Persa: Caseiro, Tranquilo e Independente


Meu contato com gatos se deu através do gato persa. Na verdade, uma gata que diz ser persa, mas não provou a origem. Ela resolveu me adotar e foi bem recebida pelos cachorros, como já contei em outro artigo. A gata vivia em uma casa na mesma rua, mas preferiu trocar de pousada, talvez pelo cardápio mais completo, paparicos e mordomias.

Bem recebida pelos cachorros, não vi problema em ter mais um hóspede em casa. A companhia dos animais é uma dádiva e deve ser agradecida e retribuída com muito carinho. É só isso que eles querem.

Gato Persa: caseiro, tranquilo e independente

Outro gato que dizem ser persa mas tenho minhas dúvidas (ver foto abaixo), bem tranquilo e dócil, faz sucesso aqui na rua. Bem que ele tentou pular o muro e juntar-se aos hóspedes, mas os cachorros não gostaram da ideia. Uma gata, até vai, mas um gatão desses, é querer demais.

A origem do gato persa

Como o nome já diz, o gato persa é originário da antiga Pérsia, atual Irã. Espalhou-se pelo mundo e foi bem aceito, por ser sociável, dócil, caseiro e apegado ao dono, desde que seja bem tratado. Os gatos gostam de quem gosta deles. Não sabem o que é amor incondicional, se perceberem que são apenas um objeto bonitinho na casa, um animal de exibição, não de estimação. Aos poucos vou aprendendo a conhecer seus hábitos e suas personalidades. Temos muito que aprender com os animais.

Muito dócil, o gato persa não estranha ninguém

Gato persa costuma ser grande, pesando entre 3 e 7 quilos e podem viver 20 anos.  Tem pelagem farta e densa, que requer cuidados e olhos grandes, que se destacam no rosto achatado. Ele mesmo cuida da pelagem e do banho, mas uma mãozinha não faz mal a ninguém. Vaidoso, gosta de se sentir limpo e bonito. Um banho por mês é suficiente. Não esqueça de cuidar dos olhos do gato persa, pingando um colírio similar à lágrima para manter olhos lubrificados. Gatos também precisam ter as unhas aparadas. Procure frequentar uma clínica veterinária especializada em gatos (alguns não gostam de atender), que poderá dar banho, cuidar do pelo e aparar as unhas, além das vacinar, vermifugar e tratar de doenças. Ou seja: todos os cuidados que um animalzinho de estimação precisa.

O gato da foto tem algumas características que poderiam lembrar o persa. Pelos longos, muito dócil, não estranha ninguém, o que o torna presa fácil de humanos mal intencionados. Um amigo arriscou um palpite: disse que é uma mistura de Persa com Angorá. O preço de um gato persa legítimo pode passar dos mil reais. Alguém seria capaz de identificar a raça deste gato tigrado, laranja e branco? Será Persa? Será Angorá? Quem sabe uma mistura de ambos? Ele lembra o Gato de Botas. Use a caixa de comentários para dar a sua opinião.

Gato persa?

gato-de-botas

Não compre bichinhos de estimação de quem não esteja devidamente estabelecido e seja responsável.

Pesquise na internet e procure criadores especializados na raça que você deseja, seja cão ou gato.

De preferência, adote um animal abandonado, mesmo que seja sem raça definida.

Há muitos animais, mesmo de raça, abandonados e precisando de um lar.

A gatinha que adotei teve dois filhotes, que já foram adotados.

Pense nisso!

 
1.060 views

2 comments on “Gato Persa: Caseiro, Tranquilo e Independente

  1. Olha, eu tenho um gato que se chama Pudim. Ele é muito parecido com esse seu enorme gatão. (Inclusive eu to apaixonada por ele, QUE GATO LINDO!) Ele é bem dócil, meigo, fácil de lidar com os animais, não gosta de sair nas casas ou muros, ele é bem caseiro. (Come tanto que parece que tem uma Anaconda no buxo) Ele é MUITO parecido com esse, é incrível a semelhança, se desse eu lhe mandaria a foto dele… Enfim, eu sempre quis saber que raça que ele era pois ele era muito mais comprido e seu olhos menores e mais redondos do que dos outros gatos. Eu arranjei ele de uma amiga de um conhecido meu então eu não conheci os pais. Um dia fui em um veterinário e ele disse que o Pudim tinha cara de ser Persa misturado com Angora por causa dos pelos dele que são longos e densos. Mas, ainda fiquei com dúvida. Vi sua matéria e acho que agora posso ter certeza de que ele é Persa com Angora, e acho que o seu também pode sim ser. Espero ter ajudado! Beijos!

    Responda

  2. O Gatão tem nome: Garfield. É filho da gata pretinha, que também tem nome: Xana (vou chamá-la de Xandoca). Fiquei sabendo hoje cedo. Logo, é Persa com algum gato de rua que ela conheceu.

    Responda

Deixe uma resposta

Name and email are required. Your email address will not be published.