Cada um com suas Manias


Três cachorros, três personalidades distintas. Mesmo vivendo juntos, cada um tem as suas preferências, suas manias, seu jeito de ser. Nick, Mel e Bob convivem em harmonia, cada um respeitando o limite do outro, mas não abrem mão da sua individualidade. Em comum, só a mania de gostar de mim.

Os três comem bem, cada um ao seu modo. Bob, o mais velho, não tem frescuras. Limpa o prato e, se deixar, repete a refeição. Veio pra cá bebezinho, encontrado em uma esquina onde havia sido abandonado.

Mel também veio da rua bem novinha. Desfilava pelo asfalto quando gritei para que parasse. Atendeu e ficou me olhando. Apanhei-a e trouxe para casa. Era bem pequenina. Grande, só a barriga, cheia de vermes. Hoje, me defende com unhas e dentes e me enche de beijos quando chego da rua. Dorme enroscada nos meus pés. Tem muito apetite, mas sente pavor de moscas. Basta uma para que largue a comida e se esconda debaixo da cama. O mesmo acontece quando escuta qualquer tipo de fogos, mesmo aqueles  bem distantes, que mal percebemos.

Nick e Bob

Nick, o pinscher, chegou na minha casa atrás de uma fêmea que estava no cio. Kelly era da casa vizinha, mas não saía do meu quintal. E Nick veio atrás dela. Vivia na rua, abandonado pelos antigos donos, que se separaram, segundo contam por aí. Come muito, está gordo, mas tem hábitos próprios. Quando vivia na rua, Nick era alimentado por sobras de ração que uma agropecuária jogava na calçada. Habituou-se a comer no chão e com muito medo, olhando para os lados, apreensivo. Logo no início não pegava qualquer alimento na minha mão. Era assim que tentavam agarrá-lo quando vivia pelas ruas. Afinal, um pinscher vale algum dinheiro. Mas nunca conseguiram. Hoje ele não tem mais receio de ser alimentado por mim, mas o hábito de comer no chão continua. Raramente come no pratinho. Basta colocar o alimento diretamente no chão para que ele coma até o último grão. Tem o hábito de roubar ração. Enche a boca e leva para dentro de casa, onde passa o tempo tomando conta, rosnando quando alguém se aproxima (mas não morde ninguém – é uma doçura). De vez em quando come um dos grãos.

Atualmente estou dando ração seca, Super Premium, misturada com algum alimento preparado por mim, geralmente frango com arroz parboilizado. Estão gostando do cardápio.

E seus bichinhos, também têm suas manias?

 
455 views

3 comments on “Cada um com suas Manias

  1. Pingback: Calopsitas também amam | Tudo Sobre Bichinhos

  2. Tenho duas calopsitas, um macho e uma fêmea, e os dois são cheios de manias! Fifo odeia que o peguem na mão. Quando chegou lá em casa era extremamente agressivo, arrancava sangue dos meus dedos e era viciado em girassol (seu único alimento com o antigo dono).
    Graças ao amor que lhe dei, hoje ele canta, adora passear pela minha cama e chega bem pertinho de mim para me dar bom dia. E quando o pego à força, fica alguns minutos quietinhos, aproveitando o carinho. E somente depois de algum tempo, se lembra de que precisa fugir dos meus afagos. Mas gosta… E basta chamá-lo pelo nome para ele parar e entender as minhas ordens. Quando faz besteira, sabe que o fez e me obedece direitinho,.
    Já a fêmea, Penélope, parece um cachorro ou até gente, de tão esperta. Geniosa, só gosta de fazer o que tem vontade, mas é extremamente amorosa. Tem a mania de pular na minha cama para me acordar e dormir com seu papinho encostado na minha cara…kkk…Dengosa ao extremo, grita horrores quando enfio a chave na porta – tal como um cão que late à espera do dono.
    Adora tomar banho na pia do banheiro e fica feliz quando canto pra ela antes de dormir. Sim, coço suas bochechas e canto pra ela, enquanto ela repousa e se prepara para mais uma noite de sono.
    Sim, é um passarinho. Não, não parece com um. Meus filhos, meus amores!

    Responda

    Paulo Teixeira Reply:

    @FERNANDA TEIXEIRA, Merece virar um artigo.

    Responda

Deixe uma resposta

Name and email are required. Your email address will not be published.