Ameloblastoma Acantomatoso


O que é Ameloblastoma Acantomatoso?

Desde o final do ano passado convivo com esse termo. Um de meus cães foi diagnosticado como tendo Ameloblastoma Acantomatoso em sua mandíbula. Trata-se de um tumor benigno, que não causa metástase, mas é altamente agressivo e, mesmo retirado cirurgicamente, volta a crescer. Pode ocorrer em animais e seres humanos. Por ser infiltrativo, frequentemente invade o osso alveolar e acarreta perda do dente. Segundo um dos vários trabalhos médicos encontrados na internet, o Ameloblastoma Acantomatoso “se apresenta como proliferações gengivais firmes e vesiculares, únicas ou múltiplas, coloração avermelhada, indolores, circulares, densas, róseas, muitas vezes ulceradas e de crescimento lento“. 

Ameloblastoma Acantomatoso

Duas características me chamaram a atenção: indolores e crescimento lento. Nick, felizmente, não está sentindo dores e se alimenta normalmente. Examinado recentemente pelo veterinário que o operou em dezembro, este constatou que o tumor não está muito grande e que deveríamos acompanhar a evolução antes de pensar em nova cirurgia. Afinal, Nick está com 11 anos e acima do peso. Na cirurgia mais recente Nick foi anestesiado por um anestesista. Geralmente, em casos mais simples, o próprio veterinário faz a cirurgia e anestesia. Tudo deu certo e em poucas horas Nick já estava em casa, como se nada tivesse acontecido.

Embora fique triste e preocupado com a doença do Nick, uma rápida pesquisa na internet mostra casos muito mais graves, para não dizer assustadores, com tumores malignos de crescimento rápido e incontrolável, destrutivos, provocando dores e ulcerações. Felizmente não é o caso.

 
593 views

3 comments on “Ameloblastoma Acantomatoso

  1. Ele Teve de retirar a mandíbula? Melhorou?

    Responda

    Paulo Teixeira Reply:

    @Rony, Olá, a cirurgia qu ele fez em dezembro retirou o tumor e ele perdeu apenas um dente. Como era esperado, o tumor voltou e está crescendo lentamente. O veterinário preferiu observar o desenvolvimento e não operá-lo agora. O Nick está com onze anos e muito gordo, pesando dez quilos. O risco de uma cirurgia é muito grande, principalmente se sabemos que não será definitiva.

    Abraços,

    Paulo

    Responda

Deixe uma resposta

Name and email are required. Your email address will not be published.