Abelhas São Insetos do Bem – Dependemos das Abelhas para Sobreviver


Abelhas e formigas destacam-se como sociedades organizadas no grupo dos insetos. Existe uma descomunal variedade de insetos, alguns úteis, outros nem tantos, mas todos tem algumas características semelhantes. Alguns insetos, como os mosquitos, transmitem doenças. Outros, produzem a seda, o mel, polinizam as plantas e arejam o solo, facilitando a agricultura.

Os insetos são invertebrados com o corpo dividido em três partes, cabeça, tórax e abdomem. Todos possuem três pares de patas, olhos compostos e duas antenas. No caso dos animais que possuem olhos compostos, a imagem é capturada por centenas de sensores, os omatídeos, mas este assunto está bem explicado na Wikipédia.

A sobrevivência do homem depende das abelhas

As abelhas e a polinização

As abelhas são importantes para a sobrevivência da espécie humana no planeta, não tanto pelo delicioso mel que produzem, mas pela polinização das plantas, que acontece durante os voos  que fazem coletando o néctar das flores. A produção das frutas depende desse trabalho e a redução na quantidade de abelhas, com o crescimento das cidades e derrubada das florestas, pode levar à escassez de alimentos.

Para produzir um quilo de mel, as abelhas precisam visitar 5 milhões de flores. Cada abelha chega a visitar dez flores a cada minuto. Além de se abastecer do néctar, a abelha carrega o pólen em suas patas, que vai depositando em outras flores, polinizando-as e permitindo a multiplicação. É o milagre da vida se fazendo presente.

Abelhas e formigas têm muitas semelhanças. Todas têm uma rainha, com a função de procriar e manter a população ativa do formigueiro ou colmeia. Vivem mais que as obreiras, pois sua alimentação é especial. No caso das abelhas, a geleia real é responsável por mantê-la viva por mais de cinco anos, enquanto uma operária, alimentada com mel, vive menos de dois meses. Somente as fêmeas trabalham, mas a quantidade de abelhas machos, os zangões, é consideravelmente maior do que entre as formigas. E os zangões têm permissão para visitar outras colmeias com a missão de fecundar a rainha. As fêmeas ficam restritas à colmeia onde vivem.  Os zangões que conseguem conquistar a rainha são mortos após o voo nupcial. Que coisa triste!

Com o fim do verão, redução na produção de mel e do estoque de alimento, os machos são expulsos da colmeia, e as abelhas selam as entradas não os deixando retornar. Acabam morrendo de frio e fome. Os que insistem em permanecer são mortos pelas abelhas. As fêmeas não são fáceis!

Abelhas nativas brasileiras

Visita ao meliponário do Canil Terra de Bem-Virá

(Meliponário é uma coleção de colmeias de abelhas sem ferrão (Meliponíneos) de vários tipos.)

 
368 views

Deixe uma resposta

Name and email are required. Your email address will not be published.