A Vacinação Anual de Cães e Gatos é Necessária?


Após aconselhar a vacinação anual de cães e gatos no artigo Cães e gatos devem ser vacinados anualmente, fiquei em dúvida sobre a real necessidade da revacinação após ler opiniões contrárias a essa prática. Na verdade, pelo que andei lendo, a vacinação anual de cães e gatos, além de desnecessária, poderia causar uma série de complicações e doenças, inclusive o câncer, em animais com baixa imunidade. Exagero? Verdade? O que você acha?

A vacinação anual de cães e gatos é necessária?

Os artigos que li nos sites Cachorro Verde e Mãe de Cachorro nos levam a pensar. O tema foi levado ao Facebook pela minha amiga Cristine Martin, que fez o seguinte comentário sobre a necessidade da revacinação anual:

“Quando adotamos um animal da rua, é bom vacinar (se ele não estiver muito debilitado, claro), mas os animais de casa têm a imunidade melhor e menos exposição a riscos, não tem por que vacinar tanto… ah, mas as primeiras vacinas para os filhotes são importantes sim, isso o artigo explica bem.”

O que diz o artigo publicado no Cachorro Verde, assinado por Sylvia Angélico, sobre a necessidade da vacinação anual de cães e gatos:

Destaco alguns pontos e aconselho a quem se interessar pelo tema a ler o artigo completo e comentar aqui.

  • As vacinas importadas protegem o animal por muito mais de um ano. Algumas garantem a proteção por toda a vida. Vacinas contra agentes virais como a cinomose, parvovirose e hepatite infecciosa barram infecções por no mínimo três anos.
  • Essa mudança de paradigmas tornou a velha prática de vacinar todo cachorro com todas as vacinas que existem todos os anos uma conduta cientificamente ultrapassada e antiética. E pior: desnecessariamente arriscada.
  • Sim, a vacinação é uma importante medida preventiva – isso não está em discussão – mas não tem nada de inofensiva. Toda aplicação tem o potencial de causar reações adversas que vão do comum mal estar passageiro a problemas mais sérios, como convulsões, doenças autoimunes, alergias, inflamações crônicas e até tumores.

Vacina V10, que mando aplicar em meus cachorros, deveria garantir proteção durante um ano contra muitas doenças sérias. Na verdade, a proteção contra Leptospirose, causada por bactérias, dura apenas seis meses. Da mesma maneira, é necessário vacinar contra a Leishmaniose visceral canina se o cão vive em área endêmica. Não é necessário revacinar cães adultos contra a Coronavirose, pois ela só se manifesta em filhotes. A Parainfluenza é uma gripe de bom prognóstico que passa sozinha em uma semana. É uma doença branda e a vacinação protege por três anos.

Se o seu animal vive em casa, bem cuidado e alimentado, tem capacidade para produzir anticorpos suficientes e se proteger contra muitas doenças. Além disso, não terá contato com outras em que as vacinas múltiplas atuam.

A maioria dos veterinários defende a necessidade da vacinação anual. A lei exige a vacinação anual contra a Raiva. Cabe ao leitor se aprofundar no tema e decidir o que é melhor para seus bichinhos. Este artigo traz mais perguntas do que respostas, o que leva à pesquisa e ao conhecimento.

Termino com uma pergunta: Você repete anualmente as vacinas que tomou quando criança?

Recomendo a leitura deste artigo…

 
8.740 views

30 comments on “A Vacinação Anual de Cães e Gatos é Necessária?

  1. Acabei de passar pela mesma experiência no veterinário. Meu cão tem 13 anos, sempre vacinado anualmente, e hoje, como as vacinas v10 e gripe foram dadas há 1 ano e 45 dias, afirmou que deveria vacinar novamente em 30 dias.

    Responda

  2. Pingback: Devo ou não vacinar meus animais todos os anos? - Castração Solidária

  3. Olá, adorei encontrar esse site com informações tão legais e bem passadas! Cheguei aqui porque minha cadela não foi vacinada no ano passado. Ela está com dois anos e meio. Agora, a veterinaria deu as vacinas e disse que por não ter vacinado ano passado terá que repetir todas novamente dentro de um mês. Argumentei que estive na Europa há seis meses e falando com tutores de cães na Holanda, Alemanha e Inglaterra, todos me disseram que não existe isso de vacinar anualmente. Eles vacinam a cada três anos. Estou aflito e resistente a refazer as doses em um mês. A veterinaria não me deu nenhuma explicação razoável, só disse que era assim porque era…

    Responda

    Paulo Teixeira Reply:

    Mude de veterinária. Isso que ela disse é uma grande bobagem.

    Responda

  4. Boa tarde! Meu cachorro tem 4anos. Ele tem a doença do carrapato causada pela erlichia. Ele está sempre tomando doxiciclina. Nele essa doença e crônica. Ele fica em casa. Moro na área urbana. Mas ele vai pró quintal e não tenho hábito de passear c ele na rua. Achei interessante esse assunto sobre excesso de vacinas. Dr. Na sua opinião quais as vacinas que devo dar anualmente? Tenho dado anualmente: raiva, recombitek c6/CV, pneumodog, giardia, proheart e leishmaniose. TB concordo c o sr mas como sou leiga nesse assunto, gostaria dá sua orientação. Obrigada. Verônica.

    Responda

    Paulo Teixeira Reply:

    Verônica, também sou leigo e o que sei foi pesquisando, trocando ideias. Já li que a vacina contra a raiva poderia ser dada de 3 em 3 anos, como em outros países, mas nossas leis exigem a vacinação anual, mesmo havendo riscos. O melhor é, em caso de dúvida, seguir aa orientação do veterinário.

    Responda

  5. Uma coisa q muitos nao sabem q vacinas contem mercurio como conservante e isso provoca nos animais e pessoas baixa imunidade e ate mesmo reaçoes alergicas e ter casos mais serios a saude, fora essas vacinas pode causar doenças autoimunes ou cronicas. Outra coisa sao raçoes com corantes, conservantes etc q so tras problemas a saude do pet. Agora com os transgenicos so vai piorar !!! Caes e gatos nao podem consumir alto teor de carboidratos e sal e o q mais tem nas raçoes sao carboidratos como milho, trigo, cevada, etc isso provoca obesidade, doenças cardiovasculares, diabete etc. Muitos caes nao chegam aos 10 anos, antigamente decada de 50,60,70 viviam 22 anos de vida !!!!

    Responda

  6. Sou imensamente grata pela abordagem e divulgação de um assunto que interessa a muitas pessoas e seus tutelados… Meu respeito… Namastê!

    Responda

    Paulo Teixeira Reply:

    @Naidia Maria Domingues, Obrigado, Naidia. Confesso que antes de ler seu comentário temia levar uma bronca. Sei que desagrado muita gente, mas o assunto deve ser conhecido e debatido.

    Volte sempre!

    Responda

  7. Para discussão:

    Dois cachorros de pessoas conhecidas morreram anêmicos, mesmo sendo tratados, sem que a doença que causou a anemia fosse diagnosticada com certeza absoluta. Eram cães bem cuidados, vacinados todos os anos. Este parágrafo me chamou a atenção:

    “Existe preocupação, entre muitos profissionais veterinários de que a vacinação é um fator de risco para sérias doenças auto-imunes como o distúrbio canino potencialmente fatal conhecido como anemia hemolítica auto-imune (AHAI).”

    Poderia ter sido esta a causa da anemia que os levou à morte?

    Responda

    Ana Corina - Mãe de Cachorro Reply:

    @Paulo Teixeira, Paulo, até pode ser, mas há várias causas para anemia, inclusive parasitas no sangue, como as doenças causadas por carrapatos e também por uma bactéria incomum em cães, mas que pode acontecer, chamada mycoplasma.

    Responda

    Paulo Teixeira Reply:

    @Ana Corina – Mãe de Cachorro, A doença do carrapato está descartada pois eles tomaram antibióticos além do tempo recomendado e não resolveu.Também, não é doença contagiosa pois os dois cachorros que morreram conviviam com outros, totalmente sadios.

    Obrigado pela visita.

    Responda

    Ana Corina - Mãe de Cachorro Reply:

    @Paulo Teixeira, O mycoplasma é praticamente esquecido pela maioria dos veterinários e mata rápido. Pode ter sido. Talvez seja mais fácil do que dois animais tendo a mesma reação vacinal, me entendes? Vacinação em excesso e em doses polivalentes faz mal, mas pode não ter sido isso. Bjo.

    Responda

    Paulo Teixeira Reply:

    @Ana Corina – Mãe de Cachorro, Os petiscos, fabricados com matéria-prima importada da China,também estão matando. Há estudos sérios nos Estados Unidos. Não descarto essa possibilidade. Um amigo meu perdeu uma cachorrinha nessas condições. Como ele vive nos Estados Unidos, teve como comprovar a causa da morte com mais facilidade.

    Responda

    Ana Corina - Mãe de Cachorro Reply:

    @Paulo Teixeira, Oi, Paulo. Sim! E esses ossos ditos “digeríveis” também adoecem (pois são curtidos em soda cáustica) e matam por engasgamento. Outra coisa que está adoecendo e matando os cães são os ossos e petiscos defumados. Li uma matéria que não se sabe exatamente o motivo, mas talvez os defumados em geral façam mal para eles, assim como uvas e uvas passas, por exemplo, cuja dosagem para matar não é exata e varia de animal para animal.

    Responda

    Paulo Teixeira Reply:

    @Ana Corina – Mãe de Cachorro, Estamos sintonizados. Um dos primeiros artigos que publiquei: http://tudosobrebichinhos.com.br/riscos-dos-ossos-de-couro-e-de-frango/

    Responda

    Arthur Reply:

    @Ana Corina – Mãe de Cachorro, os defumados fazem mal e causam câncer até pra gente, quem dirá aos bichinhos

    Responda

  8. Pingback: Cães e gatos devem ser vacinados anualmente | Tudo Sobre Bichinhos

  9. Gostaria de conhecer a opinião dos leitores. Vacinar ou não vacinar? Amigos Vets, o que acham? O espaço é democrático e todas as opiniões são muito valiosas.

    Responda

  10. Oi,
    PARABÉNS a sua amiga e a você por começarem a abrir os olhos para o tema. Estudo a questão desde 2003, mas com profundidade desde 2009, e posso dizer: tudo para o que a Sylvia alerta é verdadeiro e muito bem fundamentado “lá fora”. Infelizmente, muitos não sabem ler em inglês, língua da maioria dos trabalhos científicos, artigos e livros a respeito, daí a importância de textos tão esclarecedores como os da Sylvia sobre o tema. Lá no Mãe de Cachorro há vários posts sobre o assunto, para quem quiser ler mais, vários com referências a outros textos do Cachorro Verde.
    Fico MUITO FELIZ em ver as pessoas parando para questionar imposições que estão adoecendo e matando nossos cães e gatos.
    Depois que comecei a estudar os malefícios das rações e do excesso de vacinações, aprendi também sobre outros assuntos, como não entupir nossos peludos de vermífugos, de químicas anti-pulgas etc. O resultado é que meus cães estão esbanjando saúde mesmo sendo dois idosos. O Shoyo tem 11 anos e rejuvenesceu muito desde 2009, quando mudei a vida dele.
    Espero que mais pessoas possam passar mais anos de qualidade e saúde junto a seus pets.
    Grande abraço!

    Responda

    Paulo Teixeira Reply:

    @Ana Corina, Fico feliz com a sua visita. De fato, estou repensando minhas atitudes sobre a vacinação anual dos cachorros. Já faço o alimento dos meus cães. Eles adoram arroz parboilizado com cenoura ralada e carne de primeira moída. Comem um prato farto ao acordar. Não cortei completamente a ração Super Premium pois não quero que eles desacostumem. Assim, na refeição que sirvo no final da tarde, coloco a Super Premium misturada com a comida caseira.

    Apareça sempre, seja bem-vinda. O Tudo Sobre Bichinhos é novo, mas a amizade com a Cristine e o amor pelos animais são antigos.

    Responda

    Ana Corina - Mãe de Cachorro Reply:

    @Paulo Teixeira, Oi, Paulo,
    Então, essa dieta que você descreveu é desequilibrada, viu? Para saberes como balancear e largar de vez a ração (nem se iluda que eles vão desacostumar… os meus comem até ração fuleira se eu der) estude o http://www.cachorroverde.com.br Beijo e quando precisar de algo, pode escrever, ok? Tens meu mail, né? [email protected]

    Responda

    Paulo Teixeira Reply:

    @Ana Corina – Mãe de Cachorro, Obrigado, Ana. Por isso ainda não larguei completamente a ração. Acho que completa a nutrição diária. Neste instante dei a refeição da tarde, para fechar o dia. Misturei a comida caseira com a ração Super Premium. Limparam o prato. Agora, só amanhã cedo.

    Vou recomendar os dois sites naquela relação que tenho na página inicial do Tudo Sobre Bichinhos. Há artigos importantes que ampliam o conhecimento sobre vários assuntos e facilitam uma tomada de decisão.

    Apareça sempre!

    Responda

    Ana Corina - Mãe de Cachorro Reply:

    @Ana Corina – Mãe de Cachorro, Putz, aparecer será difícil, não tenho aparecido nem no meu blog, hehe. Estou fazendo mestrado, trabalhando etc., enfim, minha vida mudou e não é mais a mesma de quando iniciei o blog, me separei, não tenho mais o tempo de antes e por aí vai. Não vou mentir, pra eu vir aqui, só se me chamares mesmo. Vi teu artigo pq vc linkou o blog e daí o wordpress me avisa nos comentários 😉 Bjo.

    Responda

    Paulo Teixeira Reply:

    @Ana Corina – Mãe de Cachorro, Procurei vários cardápios para substituir o arroz, a cenoura e carne por algo que fosse completo. Fui ao Cachorro Verde e anotei todos os ingredientes necessários para uma refeição saudável e percebi que passaria o dia inteiro cuidando da alimentação dos cachorros. Eles merecem, é claro, mas tenho outras atividades, inclusive a manutenção deste site. Não gostaria de abolir a comida natural, mas não quero deixá-los carentes de algum nutriente. Também não quero abrir um restaurante canino.

    Assim, optei por manter o arroz parboilizado, a cenoura ralada e a carne como base do cardápio. A ração seca será misturada na refeição noturna para um maior equilíbrio nutricional.Paralelamente, vou dar um comprimido de Aminomix Pet para cada um, todos os dias. Isso deverá deixá-los bem alimentados e felizes.

    Concorda?

    Responda

    Ana Corina - Mãe de Cachorro Reply:

    @Paulo Teixeira, Oi, Paulo, na verdade você só gastará tempo estudando sobre a alimentação. Depois você pega a prática da coisa e não toma tempo, não. Aqui em casa eu faço uma panelada de legumes com carne moída (pra ficar mais gostoso) 1x na semana, separo em potes e depois vou só descongelando conforme estão acabando. Essa é a porção de carboidratos deles. Depois eu adiciono iogurte branco, que compro de potão e vou alternando as carnes e os ossos, daí sim cruas. Todo dia eu invento na hora o suplemento que quero botar, pode ser azeite de oliva, óleo de coco, cápsula de ômega 3 e jogo por cima o pó de probiótico/prebiótico ou levedo de cerveja. É bem rápido… Pra cães grandes é mais rápido ainda, pq os pedaços de carne são maiores e praticamente é só tirar da embalagem e dar. Hoje, por ex., os meus comeram ossadinha suína crua, que é um corte que compro aqui e que tem osso poroso, carne e cartilagem. Agora só vão comer de noite, daí sim a porção dos legumes + iogurte + suplementos. Ou mesmo só os legumes. Também dou ovo cru 1x por semana.

    Se não queres largar a ração, este texto te ensina como e o que podes suplementar sem prejudicar a dieta deles: http://www.maedecachorro.com.br/2014/03/suplementos-naturais-para-enriquecer-a-dieta-de-caes-e-gatos-que-se-alimentam-de-racoes.html

    Bjo

    Responda

    Ana Corina - Mãe de Cachorro Reply:

    @Paulo Teixeira, Ah, larguei os grãos pra eles faz tempo… Agora invisto na batata doce, na abóbora, na batata aipo, no inhame etc. pra dar mais ‘sustança’ na panelada. 😉

    Responda

    marcela Reply:

    bom ja que é a MINHA opinião eu então vos digo !! eu comercializo vacinas então eu acho extremamente desnecessário este excesso de vacinas além de eu ja ter presenciado inumeros casos de animais vacinados e com vacinas importadas(segundo os veterinários a melhor opção) contraírem a doença e os mesmos( veterinários) informar para o proprietário que não existe VACINAS 100 porcento segura, então porque existe esta necessidade??? realmente ha quantos anos vc não se vacina????

    Responda

Deixe uma resposta

Name and email are required. Your email address will not be published.